Cena de Alexandre Pato treinando sozinho num campinho é triste, mas real

Atacante rompeu contrato com o São Paulo e agora tenta manter a forma para voltar a jogar em algum clube

Robson Morelli

30 de setembro de 2020 | 09h21

Não era para ser assim. Alguém errou na sequência da carreira de Alexandre Pato. Não deu certo no São Paulo e ele rompeu seu contrato. Está sem clube, treinando sozinho, como mostram as imagens. Pato não é um perna de pau. Não vingou também o jogador que todos imaginaram que seria. Teve momentos e nada mais. Não não dúvidas de que a carreira de Pato foi mal administrada. Em algum momento, o atacante se perdeu. No Brasil, não deu certo no SP e não deu certo no Corinthians.

A cena de um jogador do seu nível, e da badalação que sempre envolveu seu nome, treinando sozinho, num campinho regular, nada profissional, é triste. Alexandre Pato poderia ter fim melhor. Nem sei se esse é o seu fim, na verdade. Mas ele poderia não precisar passar por isso. A carreira é curta e logo não se lembrarão dele. Tomara esteja errado. Mas seu caminho aponta para isso.

Os profissionais do futebol não perceberam ainda que a modalidade tem sido cruel com alguns deles e muitos estão ficando pelo caminho. Treinadores antes renomados caíram no esquecimento, sem trabalho e sem ter o nome cogitado para trabalho. Jogadores também vivem isso. A combinação ‘alto salário com pouca entrega’ é capaz de deixar o atleta sem carteira assinada. Os empresários não têm mais argumentos para ‘salvar’ todos os seus clientes.

Pato treina para manter a forma. Isso mostra que ele quer voltar. Que ainda não desistiu do futebol.

 

Tudo o que sabemos sobre:

futebolAlexandre PatoSão Paulo FC

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: