Com Felipão a bordo, Cruzeiro viaja 520 km de Belo Horizonte a Ribeirão Preto para enfrentar Botafogo

Percurso foi feito de ônibus pela delegação e comissão técnica para jogo desta sexta pela Série B do Brasileiro

Robson Morelli

06 de novembro de 2020 | 17h40

Para economizar, o Cruzeiro encarou 520 km de estrada dentro de um ônibus de Belo Horizonte até Ribeirão Preto, onde joga nesta sexta-feira com o Botafogo pela Série B do Campeonato Brasileiro. Felipão, que vai completar 72 anos na próxima semana, embarcou junto. A condução veio numa velocidade média de 80km/h. São 6 horas de viagem. O Cruzeiro está fora da zona de rebaixamento, mas ainda ameaçado de cair para a Série C. Se ganhar do time paulista, penúltimo colocado, vai a 23 pontos e respira mais aliviado. Se perder, troca de lugar com o rival.

Em suas palestra, Felipão tem usado o que mais sabe fazer: motivar um elenco. Ele fala para seus jogadores que estava em casa quando resolveu aceitar convite do Cruzeiro porque acreditou no trabalho. Cobra que os atletas também acreditem. Na Série B, jogar com raça vale muito. A técnica ainda manda em campo, mas a disposição tem seu valor. Felipão quer tirar o elenco do buraco emocional. Ainda não perdeu desde que chegou.

 

Tudo o que sabemos sobre:

futebolCruzeiroFelipão

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: