Corinthians fraqueja no momento errado

Robson Morelli

18 de setembro de 2011 | 19h42

O Corinthians não é mais líder do Campeonato Brasileiro. Perder para o Santos por 3 a 1 é apenas a consequência do que o time vinha apresentando nas últimas rodadas:  queda de rendimento coletivo e individual de alguns de seus jogadores. A defesa já não conversa como antigamente, o meio marca, mas não cria. O ataque se resume à inspiração de Liedson.

A máquina encrespou. E já vinha dando sinais de desgaste há pelo menos sete rodadas, quando perdeu cinco vezes. Apanhar de virada para o Santos não é demérito. Afinal, trata-se do campeão da Libertadores, do time de Neymar, dirigido por Muricy Ramalho. É preciso saber entender isso.

O Santos precisava reagir no Brasileiro, como tem feito, mas sua sintonia é outra. Muricy prepara o time para o Mundial de Clubes da Fifa, onde vai se encontrar com o Barcelona. E a melhor forma de fazer isso é acertar o Santos no Nacional, aperfeiçoar o esquema tático e motivar a participação dos jogadores nele, com erros e acertos.

O problema do Corinthians é fraquejar na hora errada, quando os rivais, como São Paulo e Vasco, estão mais redondos. Nesse caso, o Corinthians precisa de reação imediata. E se isso não ocorrer já na próxima rodada, vai ter jogador sentindo ainda mais a pressão.

O CASO TITE
A situação de Tite começa a ficar delicada também. O treinador foi vaiado no Pacaembu e provocou a ira do presidente Andres Sanchez , que deixou o estadio bufando. O encanto do treinador com a torcida vem se arrasstando há tempos. Apesar disso, seria uma incoêrencia mudar de técnico nesse momento da competição, primeiro porque não há profissional melhor que Tite no mercado, e segundo porque o elenco daria dois passos para trás.

 CLASSIFICACÃO DO BRASILEIRÃO APÓS 24 RODADAS 
1 – Vasco              45
2 – São Paulo      44
3 – Corinthians  43
4 – Botafogo        41
5 – Fluminense   37
6 – Flamengo      37
7 – Inter               36
8 – Palmeiras      35
9 – Coritiba          33
10 – Atlético-GO33
11 – Santos           32
12 – Figueirense 32
13 – Grêmio          30
14 – Cruzeiro       29
15 – Ceará             27
16 – Bahia             27
17 – Atlético-MG 24
18 – Atlético-PR  23
19 – Avaí                22
20 – América-MG 19

OBS.: O Santos tem dois jogos atrasados, contra Botafogo e Grêmio 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.