Diego, do Flamengo, pode parar no Santos, agora de Sampaoli

Diego, do Flamengo, pode parar no Santos, agora de Sampaoli

E Gabigol ainda interessa ao Flamengo: o atacante não voltará para a Inter de Milão

Robson Morelli

20 de dezembro de 2018 | 14h05

Existe uma oferta na mesa do presidente do Santos, José Peres, para o acerto do clube com o meia Diego, do Flamengo. O jogador, de 35 anos, foi oferecido ao clube da Baixada por pessoas que cuidam de sua carreira. Seu pai. Diego começou muito bem no Flamengo, mas perdeu espaço e, pior, a confiança do torcedor. Fez boas e más partidas. Abusou do toque lateral, mas sempre foi um dos melhores ou mais inteligentes do time. Diego ainda guarda aquela forma mais cadenciada de atuar no meio de campo, como os antigos camisas 10. Mais lento, mas também capaz de mudar a história de uma partida com um passe. Também chega para concluir e sabe cobrar faltas.

Todos esses são atributos que poderiam ajudar o Santos em 2019. Como disse o técnico argentino Sampaoli, que quero ver trabalhar na Vila o quanto antes, o Santos vai ficar com a bola, vai ser ofensivo e, assim, quer recuperar terreno perdido para os concorrentes nesta temporada. Diego, que conhece muito bem o clube, onde começou ao lado de Robinho, tem condições de fazer essa função de organizar o meio de campo da equipe. Não há nenhum jogador no elenco atual como ele.

Ocorre que Diego ganha bem. A proposta para ele voltar para a Vila está na casa dos R$ 700 mil mensais, dinheiro perto do que o clube vai pagar ao treinador, e dinheiro economizado com a saída de Gabriel, o Gabigol, que não vai ficar na Inter de Milão, está na mira do inglês West Ham, mas também não descarta sua permanência no Brasil, inclusive no Flamengo. Os próximos passos dados serão importantes para esses clubes e jogadores.

Mais conteúdo sobre:

futebolSantos FCDiegoFlamengo