Dudu sabe que há motivos para o torcedor do Palmeiras pegar no seu pé e do time

Ele mesmo anda jogando bem abaixo do que se espera, principalmente depois de ter o salário aumentado

Robson Morelli

23 de abril de 2018 | 10h26

No começo do ano passado, o atacante Dudu teve seu contrato com o Palmeiras esticado até 2020. Com isso, passou a ganhar mais e a ter uma multa rescisória mais robusta. Ou seja, ganhou dos dois lados. Pouco mais de 12 meses depois desse acerto, o jogador pega no pé do torcedor, que anda reclamando do seu baixo rendimento. Ele não comemorou o gol feito na vitória de 1 a 0 diante do Internacional no Pacaembu, domingo. E desandou a criticar o palmeirense de modo geral. Ora, o torcedor tem muita razão para reclamar dele e do time.

Dudu talvez já tenha se esquecido do fracasso que foi perder para o Corinthians na final dentro de casa do Campeonato Paulista. O torcedor não se esqueceu. Dudu talvez tenha se esquecido do pênalti que ele errou nas cobranças diante de Cássio. O torcedor, não. Dudu talvez não se dê conta de como vem jogando mal, ou apenas regular, nesta temporada. O torcedor sabe avaliar isso. Dudu é capitão do Palmeiras e deveria, por isso, entender a torcida e tentar fazer o meio de campo entre as partes, como os bons líderes fazem. Preferiu culpar o torcedor.

O fato de estar se esforçando não o impede de receber vaias. Seu esforço não tem sido suficiente. E cá entre nós, esforço não é mais do que obrigação para quem veste a camisa do Palmeiras. Ou estou errado? O Palmeiras está prestes a entrar em maio e ainda sofre para mostrar um formação organizada. O time tem apenas lampejos de bons momentos, e nada mais. Não gostaria de entrar no mérito financeiro, mas é impossível não avaliar hoje o rendimento dentro de campo pela quantidade que o clube gasta de dinheiro fora dele. Então, nesse quesito custo-benefício, o Palmeiras deixa a desejar. E Dudu e todos do grupo vão ter de saber conviver com isso até o fim, até os cofres se esvaziarem, e tomara, para o bem do próprio Palmeiras, que isso não aconteça, que o clube, assim como seus rivais, consiga fazer do futebol um meio de se sustentar por temporadas, sem loucuras e endividamento, pagando suas contas em dias e crescendo em seu patrimônio.

Dudu tem de entender que ele ganha bem e que suas negociações estão diretamente ligadas ao seu rendimento em campo, conquistas do time e boas apresentações. Tudo isso gera cobrança. O torcedor palmeirense está esperando esse elenco vingar há pelo menos duas temporadas. O Palmeiras não joga bem, tem dificuldades para se impor, não é regular e não inspira confiança. Nem sempre foi assim, mas a fase é essa. É preciso não se abalar, continuar trabalhando e assimilar as vaias e os aplausos sem perder o prumo. Dudu parece ter dificuldade de entender isso. Deixo claro aqui também que o problema do Palmeiras não é só dele.

Vale lembrar também que o jogador tenta arrumar uma transferência para a Europa após a temporada. Mas isso deveria acontecer sem sobressaltos, de forma natural, sem tentar encontrar um motivo para pedir sua negociação e saída, como a maioria faz. Até porque não se espera isso de um capitão, nem de quem se diz identificado com as cores do Palmeiras.

Tudo o que sabemos sobre:

palmeirasfutebolDudu;

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: