Elias conta a amigos da várzea, na Vigor, que deixa o Corinthians no meio do ano

Elias é um dos poucos que ficaram no clube após o vendavam vindo da China que levou Jadson, Renato Augusto e Gil

Robson Morelli

10 de maio de 2016 | 16h35

Elias é um dos remanescentes do Corinthians que deu o que falar na temporada passada, sacudindo o futebol e ganhando o Campeonato Brasileiro. Na virada do ano, viu seus companheiros, pelo menos de meio de campo, baterem asas para bem longe, seduzidos pelo dinheiro chinês. Elias ameaçou ir para o Flamengo, mas não foi. Confirmou seu nome da lista de Dunga e dela não sai mais. A amigos da várzea, no campo da Vigor, Elias tem falado abertamente que deixará o Corinthians na janela de junho. Ele tem contrato com o clube do Parque São Jorge por mais um ano, até o fim de 2017. O Corinthians tem 50% dos seus valores. A outra parte é do Sporting, de Portugal. Os chineses até que se interessam em tê-lo também, mas o dinheiro era pequeno.

Quando adquiriu seu vínculo, o Corinthians desembolsou perto de R$ 14 milhões. Elias tem 29 anos, portanto, não é mais um menino. Mas ele é fundamental para o crescimento do Corinthians na temporada. É o capitão e um dos mais experientes. Tite conta com ele. Para levá-lo, o dinheiro terá de bom. Ocorre que o Sporting tem de se interessar também. E o clube português ainda não recebeu todas as parcelas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.