Em busca de dinheiro na Europa

Robson Morelli

31 de julho de 2013 | 18h24

Dois clubes brasileiros estão na Europa fazendo amistosos e reforçando os cofres, de modo que o futebol brasileiro resgata uma atividade que cansou de fazer no passado, quando os times, sobretudo do Rio e o Santos, eram convidados a excursionar na Europa. O Santos está em Barcelona por causa da venda de Neymar. Na transação, dois amistosos foram marcados entre as equipes. No jogo da Espanha, o clube santista não ganha nada, mas também não gasta. Foi com tudo pago. No jogo marcado no Brasil, ainda sem data, tudo fica com o mandante, desde a bilheteria até as propagandas do evento. No caso do São Paulo, o clube vai ganhar uma boladinha: R$ 5 milhões.

A mudança em relação ao que faziam os times do passado está nos resultados dentro de campo. Quando o Botafogo ou o Santos participava desses amistosos, o torcedor esperava atuações de arrepiar dos jogadores brasileiros. Alguns nem voltavam. Eram negociados e ficavam por lá mesmo. Nesta semana, poucos apostavam em vitória do São Paulo diante do Bayern de Munique – derrota por 2 a 0. Assim como poucos também não levam fé no Santos diante do Barcelona de Messi e Neymar.

O fato é que os clubes brasileiros começam a se organizar melhor para retomar tais excursões em busca de algum dinheiro. A CBF também já percebeu que precisa se moldar a essa tendência e ajudar a equipes que conseguem disputar torneios ou jogos lá fora com o calendário. O São Paulo adiantou algumas partidas do Brasileirão para ficar um tempo fora. Essa compreensão precisa existir sobretudo do ponto de vista financeiro.

O futebol brasileiro, principalmente com a Copa do Mundo, precisa tirar proveito dessa situação.

Tudo o que sabemos sobre:

santos fc; são paulo fc;

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: