Entenda as regras e conheça as categorias do boxe, masculino e feminino, nos Jogos Olímpicos

Entenda as regras e conheça as categorias do boxe, masculino e feminino, nos Jogos Olímpicos

Uma das lutas mais tradicionais da disputa, modalidade olímpica muda regulamento para se aproximar do profissional e ficar mais emocionante

Robson Morelli

26 de maio de 2020 | 19h30

 

O boxe correu risco de ficar fora dos Jogos Olímpicos de Tóquio por problemas financeiros e muita confusão em sua associação. Mas foi garantido na disputa no ano passado. Se nada mudar até 2021, mais uma edição da modalidade será disputada na Olimpíada. O boxe está presente nos Jogos desde Saint Louis-1904, nos Estados Unidos, e só ficou ausente em Estocolmo-1912. No Japão, a modalidade deverá contar com 286 atletas, divididos em oito categorias masculinas e cinco femininas. Para a Olimpíada de Paris, em 2024, o COI pretende aumentar a igualdade de gêneros nos eventos. Mas isso ainda não está garantido.

Geralmente os torneios classificatórios se encerram dois meses antes da disputa, portanto em abril ou maio do ano que vem. Os boxeadores profissionais, como já ocorreu no Rio-2016, poderão se inscrever, mas poucos deverão ter esta atitude, pois os empresários que cuidam de suas carreiras não deverão liberá-los. O Estadão preparou uma arte bastante didática sobre a modalidade para os Jogos do Rio. Esse material estava sendo atualizado para Tóquio-20 antes da pandemia chegar. Mesmo assim, o blog recupera a arte de 2016 para você rever e entender as regras e categorias do boxe nos Jogos Olímpicos.
CONHEÇA AS REGRAS E CATEGORIAS DO BOXE NA OLIMPÍADA

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.