Era a grande chance de ver Neymar contra Messi num histórico Brasil versus Argentina

Era a grande chance de ver Neymar contra Messi num histórico Brasil versus Argentina

Não será desta vez porque o craque brasileiro foi cortado por lesão no tornozelo. Uma pena

Robson Morelli

28 de junho de 2019 | 18h51

Uma pena… Os amantes do futebol devem estar se contorcendo de raiva porque não poderão ver na próxima terça-feira um duelo entre Neymar e Messi, no já marcado encontro Brasil x Argentina pela fase de semifinal da Copa América. O jogo será no Mineirão, mesmo palco onde a seleção brasileira já ganhou muitas vezes, mas também onde amargou o 7 a 1 diante dos alemães na Copa do Mundo de 2014.

Cortado após contusão… Mas o duelo entre os craques não acontecerá, infelizmente. O jogador do Brasil foi cortado porque machucou o tornozelo no amistoso contra o Catar. Os médicos da CBF não deram a Neymar a possibilidade de ele se recuperar a tempo de fazer partidas decisivas nas fases mais agudas da competição.

Sem Neymar, Brasil é comum… Seria muito interessante acompanhar numa semifinal Messi x Neymar. O camisa 10 da Argentina não faz uma boa Copa América, mas toda vez que ele entra em campo, todos esperam o melhor de Messi, como aquele que nos enche de alegria com a camisa do Barcelona. Suas atuações são decisivas e importantes. Da mesma forma, com Neymar em campo, a seleção de Tite fica mais leve, mais atrevida e melhor. Sem ele, o time parece um amontoado de bons jogadores sem saber ao certo o que fazer em campo e tentando de todas as formas superar rivais mais fracos.

Falta uma apresentação de gala… Messi e Neymar era o duelo desta Copa América. Sem Neymar no Brasil e com Messi na Argentina, acredito mais no rival. Messi está acostumado a fazer grandes jogos. Aqui mesmo no Brasil, em 2014, ele conduziu sua Argentina à final do Mundial e por pouco não ficou com o título. A Alemanha ganhou de 1 a 0, mas a Argentina teve ótimas chances de gol. Nesta Copa América, seu futebol rende mais a cada partida, mas ainda falta uma apresentação de gala. O fato é que ele estará em campo na terça e Neymar não. O craque brasileiro viu a classificação do Brasil contra o Paraguai das tribunas, ao lado de Medina e do presidente da CBF, Rogério Caboclo. Não estava fazendo o que sabe, jogar futebol.

Só um em campo... Então, na terça-feira, no grande duelo da competição, em Minas Gerais, só haverá um fora de série em campo: Messi, para infelicidade dos torcedores das duas seleções.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.