Fazendo as contas: São Paulo e Palmeiras ainda têm chances matemáticas de ganhar o Brasileirão. Entenda

Na operação com a calculadora, apenas um sinal, o de mais: ambos precisam vencer todas as suas partidas e torcer por combinações improváveis de Inter, Flamengo, Atlético-MG...

Robson Morelli

11 de fevereiro de 2021 | 10h09

Somente por um milagre São Paulo ou Palmeiras pode ser campeão brasileiro. Correto? Não. Os matemáticos, que não trabalham com fé, dizem que os dois times paulistas ainda têm chances de ficar com o título. Na frieza dos números e com uma calculadora nas mãos, as equipes podem ultrapassar os primeiros colocados da tabela nas próximas rodadas. O Inter lidera o Brasileirão, com 66 pontos, enquanto que o Flamengo ocupa a segunda posição, com 65.

 

Para que os ventos soprem para o lado dos paulistas, muitas coisas precisam acontecer nas próximas jornadas. Vale ressaltar que os clubes de São Paulo têm se dado bem na competição. De 2015 para cá, o Corinthians ganhou duas vezes (2015 e 2017) e o Palmeiras também (2016 e 2018). Em 2019, deu Flamengo, quebrando a hegemonia dos paulistas.

O São Paulo mudou sua comissão técnica, com a demissão de Fernando Diniz e a saída de Raí, porque não acreditava mais na conquista. Era líder com sete pontos de vantagem, caiu de produção e desceu a ladeira de forma acelerada. Atualmente, a equipe do Morumbi é quarta colocada com 59 pontos e 34 partidas realizadas, uma a menos do que os rivais Inter e Flamengo. Portanto, se ganhar todos os seus jogos, o que não aconteceu ainda neste ano, o São Paulo pode chegar a 71 pontos. Bingo. Nesse caminho, teria de passar por Grêmio, pelo próprio Flamengo numa briga direta e ainda pelo Palmeiras.

Dos últimos quatro rivais do São Paulo, o Botafogo, já rebaixado, é o mais fácil. Todos o outros são pedreiras. Como não vence desde que virou o ano, o time sem técnico do Morumbi atua sob a pecha da desconfiança. Diante do Ceará, nesta quarta, consegui apenas o empate em casa. A conta do torcedor só tem uma operação: somar. O São Paulo tem de ganhar tudo e torcer para derrapadas de Inter, que tem mais três partidas. O time gaúcho teria de perder duas delas ou empatar as três.

Da mesma forma, o São Paulo teria de passar pelo Flamengo na última rodada do Brasileirão, em casa, e torcer para o time do Rio empatar ao menos uma das outras duas partidas que tem para fazer. O São Paulo não pode nem pensar em empatar em número de vitórias com os rivais porque tem o menor aproveitamento nesse quesito, 19 de Inter e Fla contra as suas 16. Teria de fazer outra conta para saber quem chega no fim com mais resultados positivos. Há ainda o saldo de gols. Nesse quesito, o São Paulo tem 17 diante de 25 do Inter e 19 do Fla.

É um caminho cheio de minas e buracos que somente uma reação perfeita e uma combinação improvável poderiam fazer o São Paulo campeão brasileiro. O time não ganha um título desde 2012.

JOGOS DO SÃO PAULO
34ª rodada – São Paulo x Palmeiras
36ª rodada – Grêmio x São Paulo
37ª rodada – Botafogo x São Paulo
38ª rodada – São Paulo x Flamengo

PALMEIRAS

No caso do Palmeiras, a reação e ainda mais complicada porque o time está mais abaixo na tabela, com 53 pontos. Ocorre que tem mais jogos a fazer: 5. O problema é o desgaste físico com a viagem ao Catar e a condição mental diante de um fracasso no Mundial e de mais uma final, com o Grêmio, pela Copa do Brasil no fim do mês. O elenco dá sinais de fadiga e terá de se poupar. Isso implica não jogar com força máxima nas partidas que lhe faltam na competição nacional.

Pior. Em seu caminho há rochas gigantescas, como o próprio São Paulo, o rival Corinthians e o Atlético de Minas Gerais. Se passar por todos os seus oponentes até a 38ª rodada, chegará a 68 pontos. Inter tem 66. Flamengo, 65. Precisa então rezar de joelhos para que esses dois adversários percam seus jogos. Todos. Com dois empates ou três, eles já obrigariam o Palmeiras a fazer novas contas. Chegariam aos mesmos 68 pontos e igualdade em vitórias: 19. A conta iria para o saldo de gols, o segundo critério de desempate. O Palmeiras soma 14 gols.

As combinações para o Palmeiras ser campeão também são bastante improváveis. O Palmeiras teria ainda de passar pelo Fortaleza e Atlético-GO nessa corrida. Ou seja, somar cinco vitórias nas últimas cinco partidas. Não bastasse, precisaria torcer para que São Paulo e Atlético-MG emperrassem. À sua frente, ainda estão Fluminense e Grêmio, com mais jogos realizados, é verdade.

O torcedor faz suas contas. Matematicamente ainda dá. Dentro de campo, no 11 contra 11, é quase impossível.

JOGOS DO PALMEIRAS
34ª rodada – São Paulo x Palmeiras
35ª rodada – Corinthians x Palmeiras
36ª rodada – Palmeiras x Fortaleza
37ª rodada – Palmeiras x Atlético-GO
38ª rodada – Atlético-MG x Palmeiras

 

Tudo o que sabemos sobre:

futebolSão Paulo FCpalmeirasbrasileirao

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.