Flamengo tem o melhor elenco do Brasil, e se reforça com Filipe Luís, ex-Atlético de Madrid

O desafio agora é Jorge Jesus fazer esse elenco virar até o fim do ano, pensando em Libertadores e Brasileirão

Robson Morelli

23 de julho de 2019 | 14h33

Melhor do Brasil… O Flamengo tem o melhor elenco do Brasil. Não há nenhum outro grupo igual ao time da Gávea. 2019 marca o salto para temporadas promissoras. Com a chegada de Filipe Luís, vindo do Atlético de Madrid, o Flamengo se torna um time ainda mais forte. Forte não significa imbatível, diga-se. Mas muito forte.

Elenco de respeito… Tem dois laterais bons. Filipe Luís e Rafinha. Tem um goleiro de seleção, Diego Alves. A zaga tem espaço para crescer, mas é inegável que Rodrigo Caio se redescobriu no Rio de Janeiro. Não é um Maldini, mas é um bom jogador, sem dúvida. No meio, mais no setor de marcação, tem Cuéllar e Arão, que sabem jogar acima de tudo. Alternam boas e más apresentações, mas não são atletas desprezíveis. Longe disso. Mas é no meio de campo, na condição de armador, e no ataque que o Flamengo sobra. Diego, De Arrascaeta, Everton Ribeiro e Gérson. São todos bons jogadores, alguns em fases melhores, outros nem tanto. Na frente, Vitinho, Gabriel e Bruno Henrique sabem o que têm de fazer com a bola. E vestem a camisa do clube com dignidade.

Um ataque de camisas 10… Sabemos, pelo menos os mais velhos sabem, que o Flamengo já teve um trio dos sonhos com Edmundo, Romário e Sávio e fracassou na temporada de 1995. O desafio desse Flamengo está nas mãos do técnico Jorge Jesus, o português que vem ganhando a simpatia dos torcedores do clube. Ele tem a missão de fazer esse elenco render. Já disse que é perfeitamente possível escalar Diego e De Arrascaeta juntos. Isso é bom. Zagallo, em 1970, escalou um time de camisas 10 na frente e deu no que deu. Pelé, Jairzinho, Tostão e Rivellino. Meu Deus! O desafio do treinador é encontrar soluções para mandar a campo o que tem de melhor, de mais criativo e ofensivo. Me parece que Jesus tem essa percepção. Precisa de tempo. Neste ano, o ano da virara para o Flamengo na minha opinião, ele tem o Brasileirão e a Libertadores. Penso que a temporada do ‘cheirinho’ vai ser 2020. A ver, juntamente com todos os flamenguistas do Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:

futebolFlamengo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: