Furo do JT é uma vergonha para o futebol paulista

Robson Morelli

27 de abril de 2011 | 18h50

O Jornal da Tarde publicou em sua edição desta quarta-feira, em reportagem assinada por Luiz Antônio Prósperi, que o árbitro de Palmeiras e Corinthians seria Paulo César de Oliveira. O sorteio aconteceu nesta quarta-feira, às 15 horas. Portanto, o leitor do JT que comprou seu exemplar nas bancas às 7 horas da manhã já sabia o que a bolinha da FPF daria. Batata. Advinhe qual árbitro foi sorteado para o clássico? Paulo César de Oliveira.

Uma vergonha, portanto. Isso encerra uma temporada lastimável do futebol paulista. O juiz em questão foi indicado na segunda-feira pelo presidente do Corinthians e aceito pelo presidente do Palmeiras. Todo mundo nega. O fato é que estava tudo arranjado. E não há problema nenhum nisso quando as partes se entendem e assumem a responsabilidade, o que não vai acontecer. O deplorável é o teatrinho da FPF em relação ao sorteio. Isso não existe. O JT publicou a reportagem e a FPF nem se deu ao trabalho de se sentir incomodada com isso, excluir Paulo César da lista dos oito candidatos. Um verdadeiro absurdo o posicionamento da entidade. Vergonha das mais escandalosas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.