Gostinho amargo para o Palmeiras na Sul-Americana

Robson Morelli

25 de agosto de 2011 | 23h46

Ganhar e não levar tem sido a sina de alguns grandes do futebol brasileiro. Nesta quinta-feira aconteceu com o Palmeiras. A vitória de 3 a 1 sobre o Vasco na Sul-Americano deixou o torcedor com aquele gostinho de que o time pode brigar com seus rivais de igual para igual. O Palmeiras precisava fazer 2 a 0 para levar a disputa para os pênaltis porque perdeu no Rio pelo mesmo placar. O gol de Kleber deu essa condição ao Palmeiras.

Aí a confiança seria em Marcos. Que outro goleiro melhor para estar numa disputa por pênaltis?

O que não estava no script do torcedor palmeirenses era aquele pombo sem asa de Jumar para fazer 2 a 1. O cara chutou do meio da rua e a bola fez mais curvas do que a estrada velha de Campinas. Alguns palmeirenses disseram que Marcos poderia ter ao menos tentado a defesa. Não daria.

O gol vascaíno obrigou o Palmeiras a fazer mais dois. Ai já era milagre demais. Até que o time de Felipão marcou o terceiro, 3 a 1, mas insuficiente para dar ao Palmeiras a vaga da próxima fase.

O Vasco, dirigido pelo técnico Ricardo Gomes, o RG, faz bonito na temporada. Ganhou a Copa do Brasil, beliscou vaga na Sul-Americana e vai para as cabeças no Brasileiro. Só para fazer uma comparação breve, o Santos faturou a Libertadores e sofre para sair das últimas posições no Nacional.

Ao Palmeiras resta a esperança de ter ajeitado o time para o clássico com o Corinthians, domingo, em Presidente Prudente. Se perder, entendo que a campanha vai para o vinagre. Aí Felipão terá de tirar leite de pedra para deixar o elenco animado para pelo menos brigar por uma vaga da Libertadores de 2012. Se ganhar é outro história. É clássico que muda destino de time.

LEIA COMO FOI O JOGO PALMEIRAS 3 X 1 VASCO

http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,palmeiras-vence-por-3-a-1-no-pacaembu-mas-vasco-se-classifica-as-oitavas,763775,0.htm

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.