Independentemente dos resultados, São Paulo já tem definido o futuro de Dorival Junior

Treinador não acaba o semestre no comando do time do Morumbi

Robson Morelli

25 de fevereiro de 2018 | 18h04

O São Paulo já definiu o futuro do técnico Dorival Junior e não será no comando do time. A diretoria espera a poeira baixar para anunciar sua decisão. Dorival será demitido. E isso independe nesse momento dos resultados da equipe no Campeonato Paulista e Copa do Brasil. Seu trabalho foi reavaliado nos dois primeiros meses do ano, como foi no fim da temporada passada. Naquela ocasião, dirigentes influentes entenderam que não deveriam mudar o comando, dando um voto de confiança ao treinador. Passados dois meses, tudo mudou.

A diretoria tricolor entende que o elenco não é ruim, que há bons jogadores no grupo, mas que eles estão sendo mal treinados. O São Paulo não quer anunciar sua decisão em meio ao calor dos acontecimentos, derrotas para rivais teoricamente mais fracos. Mesmo antes da partida do domingo contra a Ferroviária, em casa, Dorival já tinha seu caminho traçado. É, sem dúvida, a decisão mais fácil e cômoda para a diretoria, que terá de encontrar um substituto. É fato que o São Paulo não pode mais errar na posição.

Vanderlei Luxemburgo dificilmente assumirá o cargo, a não ser que muita coisa mude de hoje pra frente. O treinador continua com muita resistência no Morumbi. É pouco provável que ele e o presidente Leco trabalhem juntos.

Tudo o que sabemos sobre:

futebolSãoPaulo FCDorival jr

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.