Liedson dá o exemplo

Robson Morelli

09 de fevereiro de 2011 | 17h52

Gostei da atitude de Liedson ao se colocar à disposição do técnico Tite dois dias depois de ter desembarcado no Brasil. Mostrou ser um jogador envolvido com seu trabalho, sem frescura e digno de receber seu salário, seja ele qual for. Tenho dúvidas se nesses anos todos de janela vi algum outro atleta nessa mesma condição se apresentar ao trabalho com tanta disposição e presteza. Geralmente o cara chega, pede um mês de adaptação e mais algumas semanas para entrar em forma e depois passa a temporada toda dizendo que sua condição não é boa porque não participou da pré-temporada com o restante do elenco. Liedson pulou essa parte. Chegou, treinou e disse que joga se a documentação estiver em dia na CBF. E fim de papo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.