Liga Sul-Minas-Rio procura uma emissora para passar seus jogos

Tevês esperam decisão da Rede Globo para dar o próximo passo

Robson Morelli

05 Novembro 2015 | 12h09

A estreia da Liga Sul-Minas-Rio, marcada para começar dia 27 de janeiro, entre 12 clubes de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, ainda não bateu o martelo com nenhuma emissora de televisão. Escolher um canal é tão importante quando viabilizar a tabela. Nenhum campeonato de futebol sobrevive fora da TV. Daí a necessidade das constantes reuniões dos representantes da Liga nesse sentido. Fechando com a TV, a competição estará de pé. É o que falta, já que até a CBF parece se dobrar diante do novo torneio.

Ocorre que nenhuma outra emissora na mira da Liga ousa peitar a Globo. As emissoras têm negócios entrelaçados com Rede Globo e por isso não querem passar por cima dela. Enquanto a Globo não se decidir, e deverá assumir mais esse torneio em sua grade, as concorrentes ficam à espera de dar o próximo passo. O caminho natural é a Globo comprar e repassar.

Mais conteúdo sobre:

Liga Sul-Minas-Rio; futebol; globo