Mano Menezes resgata Lucas Lima no Palmeiras e o faz “viver” de novo no futebol

Mano Menezes resgata Lucas Lima no Palmeiras e o faz “viver” de novo no futebol

Meia muda até visual em sua nova fase e recupera entusiasmo de jogar e se fazer importante no elenco e para a torcida

Robson Morelli

30 de setembro de 2019 | 10h07

Pelas mãos de Mano… Mano Menezes chegou ao Palmeiras com a missão de fazer o time jogar e recuperar espaço perdido no Brasileirão. Ele vem fazendo mais do que isso. Sua primeira grande vitória não foi emplacar uma sequência de resultados positivos depois de secura com Felipão, mas resgatar um jogador em especial, Lucas Lima.

Era só desânimo… O meia, que veio do Santos, caiu em desgraça no Palmeiras e se afundou na própria mágoa de não jogar ou ser utilizado com pouca frequência. Lucas Lima viveu quase uma depressão no futebol, mesmo estando em um dos principais clubes do Brasil e ganhando bem e em dia. Deixou a barba crescer, passou da motivação para a indiferença e já não tinha mais esperança de se transformar no cara que queria ser quando trocou a Vila Belmiro pelo Allianz Parque.

Indolente na Vila… Sempre houve no Palmeiras muita restrição ao seu futebol, de parte de torcida, digo. Porque os últimos seis meses dele no Santos, esperando seu contrato terminar, foi de uma mesmice indolente. Jogador nenhum tem esse direito, de não jogar, de não trabalhar, de não defender as cores de sua bandeira, por mais fora que ele esteja do clube. Lucas Lima nunca conseguir ser no Palmeiras o que ele fora no Santos.

Mais vezes em campo… Com Mano, ele renasceu. Cortou o cabelo, fez a barba e começou a jogar futebol. Tem sido escalado com mais frequência, ora de meia que arma o time e segura a bola, ora de segundo volante, que ajuda na marcação e segura a bola para armar. Ele e Scarpa têm se revezado na posição.

É possível… Sempre achei que a função do treinador, entre tantas, é de recuperar atletas, principalmente aqueles que ainda têm lenha para queimar. Eu, particularmente, já desisti de Lucas Lima algumas vezes. Mas nunca deixei de acreditar que ele, bem treinador e disposto, seja capaz de boas apresentações. Já esteve na seleção, já foi importante na Vila… Então, tem condições de se destacar no Palmeiras e no futebol brasileiro, um torneio carentão de bons jogadores. Se der certo, ainda precisa de mais tempo e melhores respostas, o Palmeiras e o próprio Lucas Lima vão dever isso a Mano Menezes.

Um ataque interessante… Em campo, vejo Lucas Lima mais parecido com o que faz Scarpa, sem o dom dos chutes de longe e precisos. Lucas Lima foi contratado para combinar bem com Dudu. Isso ainda pode acontecer. Os dois se movimentam o tempo todo e isso abre defesas e dificulta a marcação. Juntando a eles a força de Luiz Adriano e a persistência de Willian, o Palmeiras fica com uma linha de frente forte e interessante, tanto para esse restinho de ano quanto para 2020.

Tudo o que sabemos sobre:

futebolpalmeirasLucas Lima

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.