Maradona deve ficar na Seleção?

Robson Morelli

15 de outubro de 2009 | 12h11

Após a classificação da Argentina para a Copa de 2010, Maradona desabafou. Condenou a imprensa do seu país por o ter chamado de “lixo”. Bateu boca com repórteres. Escolheu o vilão de sempre, aquele que está lá para apontar erros e acertos. No caso da Seleção, mais erros que acertos nesses últimos meses. É duro conviver com críticas. Mas é preciso. Na democracia é assim. Dunga tem a mesma postura de Diego. Tanto aqui quanto lá, todos se acham no direito de comentar a Seleção. E ponto. A pergunta que se faz hoje é se Maradona permanecerá no cargo até a África do Sul. Ele não convenceu como treinador. Dunga também não, mas fez uma boa Eliminatória, de sucesso, apesar dos quatro empates por 0 a 0 dentro de casa. O último ocorrido ontem contra a Venezuela. Brasil e Argentina se encontrarão na África. E aí a história poderá ser outra. E queira Deus que nada aconteça de mal com Kaká até lá. Sem ele, o Brasil não anda.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: