Missão cumprida: a Copa já começou

Robson Morelli

30 de julho de 2011 | 20h19

Exceto pela parte musical, que foi fraca e temos coisa melhor a oferecer, o Brasil cumpriu bem sua missão de sediar o sorteio das Eliminatórias da Copa de 2014. Foi bonito, teve investimento de R$ 30 milhões, uma manifestação contra gasto de dinheiro público, mas tudo transcorreu como manda o figurino. Até Pelé foi e se sentou ao lado de Ricardo Teixeira, presidente de tudo. Do outro lado estava Dilma Rousseff, peso pesadíssimo também do Mundial.

Houve todo esse destaque (o JT e o Estadão prepararam caderno especial para este domingo) porque a competição é nossa. Até a Copa em 2014, muita água vai rolar nesta fase preliminar da disputa. Dos 175 times sorteados ontem, apenas 31 chegarão ao Brasil. A Seleção de Mano Menezes já está garantida, por isso não disputa as Eliminatórias Sul-Americana.

O Brasil viverá de amistosos e da Copa das Confederações de 2013. Dia 10, o time de Neymar e Ganso encara a Alemanha em mais um teste, esse com a faca nos dentes devido ao fraco desempenho da equipe na Copa América. Mano terá de ajeitar o grupo e dar a ele uma cara, coisa que não tem ainda.

A Copa já começou.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.