Na quinta, a Globo já anunciava em sua programação a partida entre Palmeiras e Flamengo

Jogo é confirmado pela CBF para domingo 16h, mesmo a despeito dos 16 atletas contaminados do time do Rio

Robson Morelli

25 de setembro de 2020 | 09h02

A Rede Globo já anunciava na quinta-feira a realização em sua programação de domingo, 16h, do jogo entre Palmeiras e Flamengo, em São Paulo. A CBF decidiu manter tudo como estava, mesmo a despeito do pedido de cancelamento da partida por parte da diretoria do clube rubro-negro por causa dos 27 membros da delegação com covid-19, sendo 16 atletas até a quinta. O jogo é a principal aposta da emissora para ganhar audiência. Flamengo x Palmeiras interessa a muita gente, mesmo para aqueles que não torcem para os dois times. É jogo bom.

O Fla queria adiar a partida. O Palmeiras não aceitou. Isso azedou de vez a relação dos rivais. Havia três caminhos.
1 – adiar o jogo
2 – manter a partida
3 – não fazer o confronto e dar os pontos ao Palmeiras

Escolheram manter a partida. Havia muitas coisas envolvidas. Uma delas era o direito de transmissão do jogo pela TV. A possibilidade de contágio dos jogadores do Palmeiras foi ventilada, mas como a partida foi mantida, imagino que o tema não provocou grandes preocupações. O centro das discussões estava em “favorecer ou não” o Flamengo. Bingo. Desse ponto de vista, parece que o Palmeiras puxou a fila dos que não estão nem aí com o Flamengo. O clube anda no futebol sem olhar para os lados. Toma decisões unilaterais, como foi ir ao presidente Jair Bolsonaro para ‘pedir’ a MP das transmissões dos jogos para os mandantes. Estava com problema com a Globo no Estadual.

O recado da CBF diz respeito aos outros clubes também. Ela não vai mudar o calendário por causa da covid-19. Pelo menos não até que um atleta morra da doença, tomara não aconteça. Nas entrelinhas, pede para que todos cumpram o protocolo de segurança sanitária. Não disse isso, mas desconfia, como muitos, de que os jogadores não estão levando muito a sério tudo isso. O futebol não está numa bolha. Os times estão viajando para cima e para baixo. E muitos andam, conforme fotos, sem máscara e longe do isolamento. Tomara todos melhorem no Flamengo.

A LISTA DOS CONTAMINADOS
Técnico Domènec Torrent
Gustavo Henrique
Everton Ribeiro
Willian Arão
Léo Pereira
Renê
Gomes
Thuler
Rodrigo Caio
Bruno Henrique
Isla
Diego
Filipe Luís
Michael
Matheuzinho
Vitinho
Gabriel Batista
Marcos Braz (vice de futebol)
Presidente Rodolfo Landim

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: