Na teoria, São Paulo acerta em todas as contratações feitas para a temporada, de Miranda a Orejuela

Desafio é equacionar as contas, abrir espaço na folha de pagamento e tentar baixar sua divida de quase R$ 600 milhões

Robson Morelli

31 de março de 2021 | 11h00

O São Paulo faz contratações interessantes neste começo de temporada. Na teoria, a lista de reforços do clube do Morumbi pode ajudar o time a sair do buraco em relação às conquistas, a última conseguida em 2012. O São Paulo está mais forte, não há dúvida disso. Mas essa percepção precisa ser comprovada dentro de campo. Benítez, que veio do Vasco, é bom jogador e pode ajudar Daniel Alves na armação. Ele é lento, se machuca muito, mas tem talento. O Reffis do CT da Barra Funda terá de agir nisso de cara.

Na defesa, na marcação, o time de Hernán Crespo melhora muito com as contratações de Miranda e Orejuela, um zagueiro e outro lateral-direito. São bons jogadores. Miranda não deve ser usado em todas as partidas. O avanço da idade não permite isso. Fosse Crespo, usaria Miranda nas partidas em casa, onde o São Paulo não deve ser tanto atacado. Orejuela é melhor que Juanfran, mais jovem e mais rápido também. Mas não era titular no Grêmio.

Bruno Rodrigues e William chegam para disputar posição. Há bons jogadores nas posições. Eles podem ajudar, claro, mas não vejo nesse momento lugar no time. Crespo tem muitos ovos nas mãos para seus omeletes. Conta ainda com a ajuda de Muricy Ramalho. Tem uma grande dívida na ordem de R$ 580 milhões e mais as pendências particulares com os jogadores, como a de R$ 10 milhões com Daniel Alves.

Tudo o que sabemos sobre:

futebolSão Paulo FCDaniel Alves

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.