Não há mais clima para que Denis continue no São Paulo

Torcida e cardeais importantes do Morumbi pressionam por sua saída

Robson Morelli

13 de março de 2017 | 13h19

O gol de cobertura tomado por Denis em chute de Dudu de muito longe no clássico de sábado entre Palmeiras e São Paulo, e os outros dois no decorrer da partida, vencida pelos donos da casa por 3 a 0, praticamente decretou o fim de linha do goleiro no Morumbi. Denis, que era para ser o substituto de Rogério Ceni, não consegue se livrar da fama de ‘frangueiro’ e da pecha de ‘chama gol’ comentada pelos próprios torcedores do time. Ele admitiu ter falhado nos três gols do rival.

DenisSPJFDIorioEstadao570

O presidente Leco recebeu duas chamadas de cardeais importantes do clube quando ainda estava no vestiário do estádio do Palmeiras. Reclamavam de Denis. A torcida não suposta mais o goleiro no time, nem na reserva, porque já entendeu que não dá para confiar nele, e quando ele precisar atuar, será um deus nos acuda durante os 90 minutos. Denis não tem mais espaço no São Paulo. Há um impasse a ser decidido entre a diretoria e o próprio treinador.

Ceni formou Denis. Preparou o goleiro para ser seu substituto quando ainda era jogador. Todo mundo sabe que os goleiros nos times andam juntos o tempo todo. São inseparáveis. Então, há esse sentimento entre Ceni e Denis. Mas isso não pode atrapalhar as decisões pensando no elenco, no clube, no melhor rendimento da equipe. O treinador terá de pesar isso. Sabe que seu sucesso também passa por ter um goleiro de confiança, vivo, lúcido para a temporada. Sidão também tem enfrentado problemas nesse sentido. Chegou para ser o que ainda não é.

O fato é que Denis não tem mais espaço no São Paulo. Enterrou nesse clássico o pouco de confiança que alguns ainda depositam nele. Nem digo que isso tenha acontecido somente por causa do gol de Dudu. Trata-se do conjunto da obra. Para ele próprio a saída pode ser o melhor caminho. Denis pode se dar bem em outro time, longe do Morumbi, longe da pressão que o afunda hoje. A decisão passa ainda pelo contrato do jogador, pelo interesse de outra equipe e de sua vontade pessoal.

Tudo o que sabemos sobre:

São Paulo FC; futebol; Ceni; Denis

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.