Neymar precisa vir a público e dizer que vai cumprir seu contrato com o PSG

Neymar precisa vir a público e dizer que vai cumprir seu contrato com o PSG

Atacante precisa ao menos deixar claro que não deixará o clube francês nesta temporada

Robson Morelli

19 Outubro 2018 | 10h56

Por que as especulações de transferências envolvem mais Neymar do que qualquer outro jogador de elite do futebol mundial? Agora, mais uma vez, especula-se que o atacante do PSG pode deixar a França para voltar a atuar na Espanha, no Barcelona ou no Real Madrid. Não é notícia velha. É notícia recorrente. Imagino que seja por um simples motivo: porque o estafe de Neymar nunca deixou claro, ou se deixou, não entenderam, que ele vai cumprir seu acordo no clube parisiense, que vai tentar e se esforçar ao máximo para realizar o projeto de ganhar a Liga dos Campeões e, quem sabe, ser eleito o melhor do mundo vestindo a camisa do Paris Saint-Germain. Desse ponto de vista, não deve ser fácil ser Neymar.

Todo santo dia sai uma especulação na Espanha dando conta de sua transferência, de seu “descontentamento” no PSG e de sua “vontade” de mudar. Entendo a inquietação de Neymar, mas há muito mais coisas envolvidas em sua carreira do que um simples desejo de trocar de camisa. O jogador tem se esforçado para ser mais atraente, certamente por causa da avalanche de críticas recebidas durante e após a Copa do Mundo, sua segunda. Ele está mais atencioso com o torcedor, dá mais entrevistas e tenta comentar as coisas do futebol como elas são. Também parece ter se afastado dos “parças” sangue-sugas, que em nada ajudam sua vida no futebol. Podem servir de companhia, mas só.

Sei que é impossível fazer declarações a cada notícia sua publicada pelo mundo. Não é isso. Agora mesmo saiu a informação de que ele não está mais namorando com Bruna Marquezine. E daí? Ocorre que talvez fosse necessário que o próprio jogador, pegando carona nessa nova onda em que surfa, de simpatia e educação, apareça e diga o que pensa, faça votos, demonstre onde está sua cabeça nesta e em outras temporadas. E acabe de vez com as especulações.

Essas notícias certamente não mexem mais com a cabeça do jogador brasileiro, mas devem incomodar dirigentes, treinadores, colegas de vestiário…

Mais conteúdo sobre:

futebolNeymarPSGFC Barcelona