O lado bom do jogo no Pacaembu? O Corinthians segura o líder Cruzeiro

Robson Morelli

22 de setembro de 2013 | 18h35

O melhor jogador do Corinthians na partida contra o Cruzeiro foi Edenilson, sobretudo no segundo tempo. Foi o único do lado corintiano capaz de inventar alguma coisa no ataque, pela direita. O lateral avançou e sempre se ofereceu como opção para receber a bola. Andou fazendo fila na marcação na tentativa de furar o bloqueio e, quem sabe, achar alguém na área mais bem colocado e teoricamente com mais técnica e faro de gol do que ele. O Corinthians não ganhou de novo, e como prêmio no Pacaembu, pôde ao menos deixar o estádio com o gostinho de ter parado o líder Cruzeiro.

Graças também às boas defesas de Cássio, uma delas já no segundo tempo, em chute à queima roupa de Julio Baptista. O meia recebeu em posição legal, sozinho, e bateu para a boa intervenção do goleiro corintiano. A bem da verdade, Julião chutou em cima do goleiro de camisa amarela. Antes disso, Cássio operou milagres no Pacaembu.

No ataque, esperava-se mais do time de Minas. O primeiro tempo até que foi melhor, mais intenso, quase sem chance para os donos da casa e com a criação de pelo menos três jogadas de gol. Depois do intervalo, no segundo tempo, o Cruzeiro deu espaço para o Corinthians e permitiu o revide. Criou e não soube finalizar a gol, como vinha fazendo nas rodadas anteriores. O empate tornou-se mais valioso para os mineiros com a derrota do Botafogo, segundo colocado no Brasileirão, para o Bahia por 2 a 1. E olha que esse jogo foi no Maracanã. Dessa forma, o Cruzeiro somou mais um ponto na frente do seu principal perseguidor, e abre oito de vantagem: 50 contra 42. É uma vantagem e tanto para um campeonato que já passou de sua metade.

UM DIA VOU FALAR ISSO PARA ELE
Essa é para Tite, técnico do Corinthians
‘Jogador brasileiro precisa saber se é titular ou reserva. Isso tem de estar bem claro na cabeça de cada um do elenco, o que não quer dizer que um dos reservas não possa ganhar posição. Quando você ora escala Emerson, ora Romarinho, ora Pato, ora Alessandro, ora Edenilson, você bagunça o coreto e deixa tudo muito descontente.’

TABELA DO BRASILEIRÃO

Tudo o que sabemos sobre:

corinthians; cruzeiro; tite

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: