O Muricy vai mudar o estilo da seleção de Dunga?

O Muricy vai mudar o estilo da seleção de Dunga?

Robson Morelli

23 de julho de 2010 | 15h08

Muricy Ramalho, Rodrigo Paiva e Ricardo Teixeira

Muricy Ramalho foi convidado por Ricardo Teixeira para assumir a seleção brasileira no lugar de Dunga. Vai mudar o quê? Essa é a questão que faço aos amigos. Jornais da Itália e da Argentina estamparam que não muda nada. Que é mesmo um pouco o sentimento inicial dessa escolha. Muricy tem mostrado ser adepto ao futebol de resultados, monta times com defesas sólidas e privilegia os contra-ataques. Adora também as bolas alçadas na área e prefere escalar jogadores polivalentes. Tudo isso fazia parte da cartilha de Dunga, que nem treinador era. A seleção foi seu primeiro trabalho. Muricy, no entanto, nunca teve os melhores do Brasil para chamar. Para falar a verdade, nem gosta muito de trabalhar com medalhões. Essa condição muda agora na seleção. Ele não terá mais a desculpa de dizer que o elenco que tem é esse e ponto final. Não. Poderá chamar qualquer um. Dunga sofreu críticas na África do Sul de personalidades importantes no cenário esportivo, como Beckenbauer e Cruijff, por ter empobrecido o estilo de jogo do futebol brasileiro. Mudou para pior. Mudou para o estilo Dunga, sem brilho, pegado, de marcação, sem habilidade, pedindo para  craque dar carrinho. Muricy foi um ótimo jogador. Cresceu ao lado de Telê Santana. Portanto, deve saber de todos esses anseios sobre o futebol da seleção. Agora está em suas mãos. Só espero que ele não pense unicamente em futebol de resultados.

E O FLU NÃO LIBEROU MURICY

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.