O País do futebol

Robson Morelli

18 de agosto de 2009 | 09h46

Não somos o País do futebol somente por conta de Didi, Pelé, Garrincha, Rivelino, Tostão, Ademir da Guia, Romário e Ronaldo. Ou porque ganhamos cinco copas do mundo. Somos o País do futebol porque a bola rola por essas bandas indiscriminadamente. Veja a rodada de amanhã do Brasileiro. O Santos abre os portões da Vila para receber o Grêmio às 19h30. Mesmo horário dos confrontos de Botafogo e Santo André no Estádio João Havelange, o Engenhão, no Rio, e de Vitória e Atlético-PR, no Barradão, em Salvador. Às 21 horas tem jogo isolado: Barueri e Sport, no ABC. E quase no finalzinho da noite, às 21h50, entram em campo os três grandes de São Paulo: o Palmeiras visita o Coritiba no Paraná, o Corinthians volta ao Beira Rio depois da Copa do Brasil para encarar o Inter, e o São Paulo pega em casa o Fluminense. Somos ou não somos o País do futebol?

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.