O Palmeiras é o líder do Paulistão, e com méritos

Robson Morelli

11 de fevereiro de 2012 | 19h28

Os camarões que Felipão tanto queria não chegaram. Mesmo assim o Palmeiras se reforçou e vai dando pinta de que pode voltar a ter um time competitivo na temporada. Claro que ainda é cedo para apostar todas as fichas nesse elenco. Há muito ainda por vir e por fazer e o Estadual é apenas um aperitivo para o restante do ano.

A vitória por 3 a 0 sobre o Ituano neste sábado levou a equipe para a ponta isolada da tabela. O Palmeiras ainda não perdeu no Paulistão após sete rodadas e tem o ataque mais positivo, com 14 gols, ao lado do São Paulo. Para um time que terminou 2011 sendo gozado pelos rivais até que o recomeço está sendo maravilhoso. Ninguém esperava isso do Palmeiras neste início de 2012.

Felipão também parece ter acertado a mão depois de sua readaptação ao futebol brasileiro. Voltou a ser o Felipão que o palmeirense conhece bem. Ótimo para o time.

O presidente Tirone anda fazendo a sua parte também, reformulando contratos de patrocínio, assinando outros, contratando reforços, afastando Frizzo de cena e dando sinal verde para o treinador trabalhar mais tranquilo. Enfim, recuperando um pouco da paz perdida ano passado.

O resultado disso se vê em campo. Repito: ainda é cedo para apostar as fichas embora essa mudança de postura já reflita no sorriso e na alegria do torcedor.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.