O Santos ficaria mais forte com Borges

Robson Morelli

20 de maio de 2011 | 15h23

Muricy gosta de Borges é já convenceu a diretoria do Santos da necessidade de tê-lo no elenco no Campeonato Brasileiro. Também já passou melzinho na boca do jogador para ele voltar a atuar no futebol paulista. Os argumentos do treinador são bons. Muricy ofereceu o Santos ao atacante. Quem não gostaria de jogar no time da Vila hoje? Ganhou o Paulista, está no caminho para ganhar a Libertadores e começa o Nacional credenciado para também faturar o caneco. Muricy já percebeu que Keirrison não vai longe e sabe que Zé Eduardo, também em má fase, vai embora em breve. Borges viria para jogar ao lado de Neymar, quando muito ficar no banco para ser usado no segundo tempo em todas as partidas. Borges é titular do Grêmio e tem feito lá gols importantes. Mas ele quer voltar. Se conseguir resolver sua situação com o clube gaúcho, ele aceitará o convite de Muricy.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.