Palmeiras começa a ganhar uma cara já a mando de Felipão e seus auxiliares

Meio de campo treina com Felipe Melo, Bruno Henrique e Moisés e ataque com Dudu, Willian e Deyverson

Robson Morelli

31 de julho de 2018 | 14h22

A preparação do Palmeiras para a partida desta quinta-feira contra o Bahia, pela Copa do Brasil, já mostra um jeito diferente do time em campo, tanto de posicionamento quanto de jogadores. Felipão ainda não chegou ao Brasil, mas já toca o time de longe, com seus auxiliares na Academia. Escalar três atletas mais marcadores e “sólidos” no meio de campo tem a sua cara. O Palmeiras que treinou nesta terça-feira formou o setor com Felipe Melo, Bruno Henrique e Moisés, com o primeiro mais fixo à marcação e os outros dois chegando na área adversária. Na verdade, Bruno Henrique e Moisés jogariam de área a área.

Na frente, mais uma marca de Felipão de outros tempos, com três atacantes, dois abertos pelas pontas e um centroavante centralizado. Dudu vai pela esquerda e Willian pela direita. Na área, trombando com os marcadores e com o goleiro está Deyverson. Pode ser Borja quando o colombiano se recuperar de lesão. As peças podem ser trocadas com a chegada do treinador, e dependendo do trabalho de cada um do elenco na Academia, mas me parece que a distribuição do time em campo começa a ser desenhada num 4-3-3.

Felipão gosta de meio marcador e sempre foi fã de atacante de área. Se ele tiver jogadores com essas características no Palmeiras, vai apostar nisso num primeiro momento. Tirando o Campeonato Brasileiro, o Palmeiras vai ter competições mata-mata até o fim do ano (Copa do Brasil e Libertadores) e ele sabe como poucos disputar esses tipos de torneios. Vai querer um Palmeiras fazendo a diferença em casa e “perdendo de pouco” fora dela.

Nesses primeiros passos, sobram jogadores importantes no time, como Lucas Lima e Gustavo Scarpa. Na formação treinada nesta terça-feira, ambos atuaram na equipe reserva. Bancão mesmo. Esse vai ser um problema para Felipão administrar, se realmente essa for sua ideia de time. Lucas Lima e Scarpa foram as duas maiores contratações do Palmeiras na temporada.

Tudo o que sabemos sobre:

palmeirasfutebolFelipão

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: