Palmeiras fica em 4º no Mundial e deixa seu torcedor desanimado com a Copa do Brasil

Palmeiras fica em 4º no Mundial e deixa seu torcedor desanimado com a Copa do Brasil

Depois de perder para o Tigres na semifinal, equipe brasileira cai nos pênaltis diante de rival do Egito na disputa do terceiro lugar e volta para o Brasil no divã

Robson Morelli

11 de fevereiro de 2021 | 16h00

Dez dias depois de ganhar a Libertadores pela segunda vez em sua história, os palmeirenses estão arrasados. Não era para ser assim, mas é. O time que foi para o Mundial de Clubes no Catar foi o maior fiasco dos sul-americanos desde o atual formato da competição, privilegiando os campeões continentais. Pela primeira vez, o representante da América do Sul, no caso o Palmeiras, amarga a quarta posição, ficando atrás dos rivais europeus, mexicanos e egípcios.

FOTO: EFE

O Palmeiras perdeu para o Tigres por 1 a 0 e também para o Al Ahly na disputa do terceiro lugar – empatou no tempo normal e fez feio nas cobranças de pênaltis, como chutes péssimos de Felipe Melo, Rony e Luiz Adriano. O primeiro parou nas mãos do goleiro. Luiz Adriano chutou para fora. Mas foi Rony que virou gozação por causa do seu ‘estilo’ de bater.  estava nervoso. Foi para fora da grande área. Depois, correu em disparada alguns bons passos em direção à bola. Reduziu o ritmo, deu alguns saltinhos e chutou… nas mãos do goleiro, que nem sujou o uniforme para agarrar. Fosse na várzea, teria de sair de camburão do campo.

Há algumas desculpas para explicar as derrotas. O Palmeiras teve pouco tempo para se recuperar da Libertadores para o Mundial. A CBF ainda colocou um jogo na terça-feira, contra o Botafogo, antes de a delegação embarcar para o Catar para jogar no domingo seguinte. O time completou 72 partidas na temporada mais curta por causa da pandemia, e ainda terá mais cinco jogos pelo Brasileirão e outros dois na decisão da Copa o Brasil. Os jogadores mais novos descoloriram os cabelos e deram a impressão de que não estavam concentrados, com o psicológico abalado sabe-se lá por qual motivo, afinal, era o campeão da Libertadores. Tudo isso pode valer para discutir com os amigos.

O que faltou mesmo, e já escrevi quando perdeu para o Tigres, foi futebol. E não faltou porque o Palmeiras deixou o seu futebol no Brasil. Faltou porque o Palmeiras é isso aí… esse é o futebol do Palmeiras na temporada, salvo algumas raras apresentações que dariam para contar nos dedos das mãos. O jogo contra o River Plate na Argentina foi um deles, embora a volta em São Paulo tenha sido um Horror, com agá maiúsculo. Tem a vitória de quatro sobre o Corinthians. E o torcedor terá de puxar pela memória para se lembrar de algumas outras boas partidas do time.

A decisão contra o Santos pela Libertadores já foi ruim, com gol achado nos minutos finais. Mas o time havia cumprido uma etapa importante, passado por todos os rivais e chegado a uma conquista história. O futebol, como todos viram, não foi dos melhores. Mas foi no Mundial que o time mais se expôs, mostrando que ainda há muito a se fazer. Ganhar torneios é uma coisa. Jogar bem é outra. Uma coisa deveria desmerecer a outra. Equipe que não joga bem não deveria festejar nada. Mas no futebol não é bem assim.

Sem ganhar nenhum dos dois jogos e na quarta colocação, o Palmeiras volta para o Brasil para seguir no Brasileirão e decidir a Copa do Brasil com o Grêmio.

Tudo o que sabemos sobre:

futebolpalmeirasMundial de Clubes do Catar

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.