Palmeiras, Inter e São Paulo: embolou

Robson Morelli

14 de setembro de 2009 | 17h09

Palmeiras, Inter e São Paulo mantiveram suas posições após mais uma rodada do Brasileiro. A situação é a mesma de semana passada, mas o cenário bem diferente. Palmeiras e Inter perderam seus compromissos.
O time de Muricy foi horroroso em Salvador. Para dizer o básico, errou mais passes que em pelada de rua. O torcedor não entende como uma equipe pode passar a semana treinando e chegar na partida e não conseguir tocar a bola em distâncias mínimas. Resultado: surra por 3 a 2 para o Vitória. Marcos também contribuiu para esse desastre, já que falhou algumas vezes, como no primeiro gol.
O Inter recebeu o Cruzeiro, em crescimento, e também fez feio: apanhou por 3 a 2. O resultado serviu para levar os mineiros à zona da Sul-Americana, mas ainda muito longe do pelotão de cima. Prejudicou a possibilidade de o Inter assumir a ponta.
E se os dois primeiros dormiram no ponto, o São Paulo não. Bateu o Avaí por 2 a 0 sábado e somou 43 pontos. Chegou, encostou, colou, embolou. Tem o mesmo número de pontos dos gaúchos e um atrás do Palmeiras. Atire a primeira pedra quem acha que isso não significa nada.
O tricampeão brasileiro está na iminência de pular para a liderança. Vi o jogo do São Paulo e vi também o do Palmeiras. O time mais consistente é o do Morumbi, mesmo não tendo um meia de qualidade como tem o rival, com Cleyton Xavier. Os são-paulinos estão animados. Palmeirenses e colorados, assustados.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.