Palmeiras pode fazer um bom dinheiro caso ganhe as três competições de 2018

Premiações da Copa do Brasil, Libertadores e Campeonato Brasileiro chegam a R$ 113 milhões

Robson Morelli

11 Setembro 2018 | 11h55

Elencos de qualidade também rendem dinheiro aos clubes. E devem mesmo fazer isso. O Palmeiras pode se beneficiar nesta temporada de tal façanha caso continue firme nas três competições que disputa: Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores. Nesta quarta-feira, o time de Felipão recebe o Cruzeiro para a primeira partida da semifinal da Copa do Brasil. A volta será em Minas Gerais. Caso o Palmeiras avance, o clube ficará mais perto de colocar a mão nos mais de R$ 50 milhões destinados ao campeão. É dinheiro bom.

No total, a competição pagaria, acumulando as premiações de fase, cerca de R$ 61 milhões. Se ganhar o Brasileirão (o time ocupa a terceira colocação, com três pontos atrás do líder), o clube embolsaria outros R$ 18 milhões. Só nessas duas competições, o montante chega a R$ 79 milhões. Se o Palmeiras tiver uma folha de pagamento na ordem de R$ 10 milhões, a conquista dessas duas disputas seria suficiente para bancar sete meses de salário, com sobras.

A Libertadores dá ao campeão o equivalente a R$ 34 milhões. Então, se o Palmeiras ganhar os três torneios, colocaria a mão em R$ 113 milhões. E olha que isso é nada perto da façanha em campo, do gosto da volta olímpica, das novas taças e da alegria da torcida. Três conquistas numa mesma temporada não é para qualquer um. De quebra, a Libertadores ainda levaria o time para o Mundial de Clubes da Fifa, que paga perto de R$ 20 milhões ao ganhador. O Palmeiras já ficou com R$ 1 milhão do Paulista, ou algo perto disso. Então, quando se tem a chance de ajudar o clube também dessa forma é porque o trabalho está sendo bem feito.

Não entram nestas contas para a saúde financeira do clube o dinheiro de bilheteria e a venda de alguns jogadores.

Mais conteúdo sobre:

futebolpalmeirasCopa do Brasil