Palmeiras prepara saída de Alexandre Mattos na virada da temporada 2019-2020

Palmeiras prepara saída de Alexandre Mattos na virada da temporada 2019-2020

Troca deve acontecer no fim do ano, após a rodada final do Campeonato Brasileiro

Robson Morelli

01 de novembro de 2019 | 11h04

Novos desafios… Pessoas ligadas ao Palmeiras começam a falar abertamente da troca de guarda no comando do futebol do clube, com a saída de Alexandre Mattos, e pares, no fim desta temporada. O dirigente está no clube desde 2015, quando o Palmeiras precisava se reorganizar para ganhar títulos, como, de fato, aconteceu. Há também representantes importantes no clube que negam a saída.

O Palmeiras cresceu… Nesse período, o Palmeiras foi campeão da Copa do Brasil em 2015 e festejou os Brasileiros de 2016 e 2018. Não é pouco. Faltou a Libertadores. Nesse período também, com o dinheiro da patrocinadora, o clube mandou no mercado, investiu alto, inflacionou alguns contratos e montou um Centro de Treinamento e de Recuperação de Jogadores moderno e necessário aos grandes times do Brasil.

Fim do ciclo… Nem tudo, no entanto, foram flores. Mattos se desgastou na função, contratou errado, embora não tenha feito isso sozinho, quero acreditar, e tem agora colhido o dissabor de um trabalho “final”. Ciclo no futebol é muito comum. Há trocas em todas as funções e exatamente por isso o futebol sobrevive há mais de 100 anos.

Ameaças… Mattos deve deixar o Palmeiras no término do ano, após a última rodada do Campeonato Brasileiro. Ele mesmo sabe que chegou a hora de mudar. Sua mulher sofre ameaças e isso não ajuda em nada. Sou contrário a esse tipo de pressão. Sempre. O Palmeiras já teria conversado com outros profissionais da área. Desta vez também não haverá barreiras impostas, sobretudo, pela patrocinadora, com que o futebol do clube tem feito parceria forte nesses últimos anos.

Falta a Libertadores… A concepção no clube é que falta alguma coisa que essa diretoria não consegue dar. O objetivo maior continua sendo a Libertadores. Com sua classificação no Brasileiro, o Palmeiras está garantido na competição continental do próximo ano. O novo diretor de futebol, se a mudança, de fato, ocorrer, terá um caminho já pavimentado, com um treinador contratado e sem sofrer pressão, mas com a necessidade de fortalecer o elenco e reduzi-lo. Há jogadores que serão emprestados, outros colocados no mercado e alguns negociados.

Sua responsabilidade, ao lado do presidente Maurício Galiotte, é fazer essa transição de forma tranquila e serena. A torcida do Palmeiras carrega para os jogos do time uma faixa “FORA MATTOS” e isso também tem peso na permanência do dirigente. É impossível continuar trabalhando sem paz.

Tudo o que sabemos sobre:

futebolpalmeirasAlexandre Mattos

Tendências: