Por que Carille tem de esperar o fim da Copa América para melhorar o Corinthians?

O treinador não deveria fazer isso agora, quando todos estão mais ou menos no mesmo tom?

Robson Morelli

14 de maio de 2019 | 18h52

O torcedor corintiano não está feliz com o time. Lota a arena em Itaquera, mas conhece as deficiências da equipe. Fábio Carille promete um Corinthians mais aguerrido depois da Copa América. Mas por que o treinador não ajeita esse time agora? Porque, de acordo com o treinador, não há tempo na agenda nem no calendário para isso. Carille diz que não dá para treinar jogando duas vezes por semana e disputando três competições: Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro e Sul-Americana. Ele tem razão? O tempo livre é para descanso e recuperação de jogadores, alega. Não sei. Falta qualidade para o elenco e, para muitos, suas explicações parecem desculpas esfarrapadas. Cabe a ele conseguir equacionar isso. Talvez trabalhar por parte, talvez fazer mais coletivos, talvez treinar diferente… Não sei. Mas Carille é competente para não acreditar em suas próprias explicações. O corintiano não tem paciência para esperar tanto.

FOTO: JF DIORIO/ESTADÃO

Tudo o que sabemos sobre:

futebolCorinthians

Tendências: