Portuguesa comemora três meses de pagamento em dia do time de futebol na A2

Pode parecer estranho e não mais do que obrigação, mas informações oficiais dão conta de que a Lusa não pagou em dia nos últimos seis anos

Robson Morelli

06 de março de 2020 | 10h10

Pode parecer uma informação tola ou mesmo o mínimo que um clube de futebol deveria fazer para se manter em pé, mas sabemos o tamanho da dificuldade de pagar em dia no futebol brasileiro, principalmente quando a equipe não frequenta mais as competições mais importantes do País. A Portuguesa informa que conseguiu pagar três meses do seu departamento de futebol em dia. O time está na Séria A2 do Paulista. Tenta se classificar entre os primeiros colocados para as fases mais agudas da competição. Objetivo, claro, voltar ao Paulistão em 2021. A informação se tornar mais contundente quando ela vem seguida da seguinte observação: fazia seis anos que a Lusa não pagava em dia. Seis anos.

Isso explica o número de processos trabalhistas ao longo dos anos e o apequenamento do clube dentro de campo, de sua qualidade técnica e estrutural do Canindé.

PARCERIA

Uma outra novidade da Portuguesa nesta temporada é a parceria que ela faz com os grandes de São Paulo. Pediu ajuda e foi prontamente atendida. O atacante Lúcio Flávio, por exemplo, se recupera de lesão no Centro de Treinamento Joaquim Grava, do Corinthians. Esse tipo de sobradinha tende a se fortalecer ao longo temporada, inclusive com o repasse de jogadores de Palmeiras, Santos e São Paulo, além do próprio Corinthians, ao Canindé.

GESTÃO

Ainda da parte administrativa, o atual presidente e seus pares decidiram abolir do comando a figura do diretor estatutário de futebol, entendendo que o clube deve apostar nesse momento em profissionais gestores. É assim que o futebol da Lusa será gerido a partir de então.

A2

O time ocupa a 6ª colocação na Série A2 do Paulista, com 14 pontos. Já jogou 10 vezes. Neste sábado, visita o Audax pela 11ª rodada. O rival ocupa uma posição abaixo, é 7º colocado. O jogo será 15h. Os oito primeiros se classificam.

Tudo o que sabemos sobre:

futebolPortuguesaLusa

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.