Qual é o recado da Fifa com o banimento de Marco Polo del Nero do futebol?

Existe uma disposição de limpar a casa no futebol pelo mundo, mas isso leva tempo e ainda há os interesses da entidade

Robson Morelli

27 de abril de 2018 | 11h53

A Fifa de Infantino, sucessor de Blatter, mostra-se disposta a banir as laranjas podres do futebol mundial, colocando o dedo nas feridas das confederações nacionais a fim de aliviar para ela mesma toda a dúvida e crítica, e envolvimento, em relação às falcatruas do esporte mais popular do mundo, ganho ilegal de dinheiro, propinas e armações esportivas. Tudo isso pesou contra a Fifa de Blatter e seus pares. Tudo isso pesou para que a entidade afastasse de vez Marco Polo del Nero do futebol, de suas atividades esportivas e de sua presença em conselhos de clubes e outras associações.

Del Nero paga pelo que fez, de acordo com as investigações da Fifa. Infantino deixou Del Nero fazer o seu sucessor, Rogério Caboclo, para tomar sua decisão. Poderia ter se antecipado, de modo a fazer uma transição mais transparente. Seria muito bom se a CBF tivesse uma eleição de fora para dentro e não de dentro para fora, como faz há anos.

O fato de a Fifa banir Del Nero serve, bem ou mal, como recado para os cartolas brasileiros que acham que podem meter a mão em tudo. Não podem. É claro que a Fifa também precisa se livrar de suas próprias laranjas podres, mas o fato de tomar decisões contra dirigentes que se achavam acima da lei deve mudar a postura de muita gente, e da forma com que o futebol brasileiro e sul-americano vinha sendo conduzido por décadas.

Del Nero não é o primeiro a pagar um preço alto e que seu exemplo (negativo) sirva de lição para os que querem se enriquecer de forma ilícita do nosso mais preciso produto, o futebol. Federações fortes e responsáveis implicam em clubes mais fortes e competições mais bem estruturadas. Tudo isso pode ser o começo.

Tudo o que sabemos sobre:

futebolcbffifaDel Nero

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: