Que a história de Muller sirva de lição aos desmiolados

Robson Morelli

22 de maio de 2011 | 15h25

Muller expôs sua situação para o Brasil num gesto de desespero e na esperança de dar sua cartada final para sobreviver. Estava passando fome, sem um tostão no bolso, sem amigos. E as histórias sobre ele agora surgem de todos os cantos, de dinheiro emprestado e não pago a contas penduradas. O atacante que fez história no futebol brasileiro, principalmente no São Paulo, é o exemplo mais bem acabado de que é preciso ter cabeça nesse mundinho da bola. A carreira é curta, a grana é alta e as tentações são muitas. Mulheres, religião, festas. O dinheiro acaba por mais que um jogador desmiolado como Muller possa pensar o contrário.

Seria fácil empurrá-lo para o abismo. Muito fácil. Não faremos isso aqui. Torcemos para que Muller, que tanta alegria deu aos torcedores brasileiros, se recupere dessa fase e volte a sorrir. Ele mostrou muita humildade em revelar sua situação. Que sirva então de exemplo para os novos craquinhos dos tempos modernos.

Obs.: Só para constar, é a imprensa que tem ajudado o ex-atacante a recuperar sua dignidade, dando-lhe espaço e até emprego.

Veja os títulos conquistados por Muller

São Paulo
Campeonato Paulista de 1985/87/91/92
Campeonato Brasileiro de 1986/91
Libertadores da América de 1992/92
Mundial Interclubes de 1992/93
Supercopa de 1993
Recopa Sul-americana de 1993 
Copa dos Campeões Mundiais de 1996

Palmeiras
Campeonato Paulista de 1996
 
Cruzeiro
Campeonato Mineiro de 1998
Recopa de 1998
Copa do Brasil de 2000 

Seleção Brasileira
Copa do Mundo de 1994, nos Estados Unidos 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.