Que time horroroso esse tal de Sucre

Robson Morelli

14 de outubro de 2010 | 23h02

O Palmeiras resistiu ao Sucre e à altitude de 2.800 metros para dar passo importante em direção à Libertadores de 2011. Ganhou de 1 a 0 e trouxe a decisão para o Brasil. Joga agora pelo empate. Quem ainda se lembra das campanhas passadas de Felipão no comando do time matou saudade do estilo ‘Deus nos acuda’ de ontem. Foi assim, principalmente no segundo tempo. Um massacre dos donos da casa e verdadeiros milagres do goleiro Deola. A bola só não entrou no gol palmeirense por causa da ruindade dos bolivianos. Que time horroroso!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.