Quem o Palmeiras poderia comprar com os R$ 42 milhões da venda de Dudu para o time do Catar?

Diretoria precisa dar ao técnico Vanderlei Luxemburgo um substituto à altura do atacante para a temporada

Robson Morelli

10 de julho de 2020 | 19h30

O Palmeiras deve estar procurando um substituto à altura de Dudu para Vanderlei Luxemburgo, para o elenco e para a torcida. Tem de trocar um bom jogador por outro bom jogador. É o mínimo que o clube pode fazer nesta temporada. Lá fora, quando um time perde um bom atleta, logo pega o dinheiro de sua venda, junta um pouco mais do cofre, e compra outro melhor. Com esses R$ 42 milhões da venda do atacante para o time do Catar, o clube tem a obrigação de comprar outro atacante. No Brasil não tem esse jogador. Ou tem? Não vejo.

Qualquer um que chegue, tem de chegar pronto. Não dá para ficar três meses entrando em forma e mais três meses conhecendo os novos companheiros. Aí já era o ano. Tem de chegar para jogar. Vestir a camisa e meter gol. Nosso futebol está numa escassez de bons jogadores não é de hoje, a base forma garotos bons, mas os coloca para jogar ainda verdes, não espera amadurecer.

Todo mundo sabe que o Palmeiras vai ficar mais fraco sem Dudu. No elenco, que não é novo, não tem ninguém melhor do que ele, porque se tivesse, estaria jogando, teria se firmado. Nem pelas pontas nem pelo meio. Lucas Lima é um exemplo desse jogador que não conseguiu se firmar. Trazer outros que já passaram pelo clube também não me parece dinheiro bem investido. Quem já teve sua chance, já teve sua chance. Tem de pensar em atacante novo, pronto, talvez alguém repatriado. Time com bons jogadores ganha jogos e campeonatos, leva torcida para o estádio (quando isso for possível), faz dinheiro e marca época. Time com jogador médio faz campanha média.

Dudu foi liberado pelo Palmeiras para se acertar com  time do Catar.

Tudo o que sabemos sobre:

futebolpalmeirasDudu;

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: