Rapinoe ganha com os EUA a Copa do Mundo e agora pode escolher se visita ou não Trump

Rapinoe ganha com os EUA a Copa do Mundo e agora pode escolher se visita ou não Trump

Americana fez bem o seu trabalho, inclusive com gol na final diante da Holanda, e agora decide se vai à Casa Branca

Robson Morelli

07 de julho de 2019 | 15h58

A coragem de Rapinoe… O cabelo rosa e o sorriso no rosto da jogadora número 15 dos EUA escondem uma pessoa de personalidade forte que não se dobra a ninguém quando o assunto é se fazer ouvida por suas ideias e posições sobre os mais diversos temas do seu país e do mundo. Megan Rapinoe é uma atleta profissional de futebol que resolveu encarar o presidente dos EUA, Donald Trump, por entender que a Casa Branca não compactua com suas ideias.

Casa Branca de Trump… Ela se negou antecipadamente a visitar Donald Trump caso o time dos EUA fosse campeão da Copa do Mundo da França. Trump não gostou de suas declarações e disse que Rapinoe, antes de dizer isso, deveria primeiramente ganhar a competição. O desafio foi aceito. Neste domingo, com gol da atacante de cabelo rosa, a seleção norte-americana se sagrou campeã pela quarta vez do Mundial – bateu a Holanda por 2 a 0. Então, agora, Rapinoe pode escolher se visita ou não a Casa Branca, que abriga um presidente, segundo ela, de ideias e atos contrários ao que ela pensa e defende, sobretudo no que diz respeito ao relacionamento de gêneros iguais.

No Brasil, ninguém levanta bandeiras… Rapinoe joga futebol, ganha títulos e ainda defende suas ideias contra quer quer que seja. Que inveja! Não tempos jogadores homens com essa personalidade no Brasil. Os mais famosos não se envolvem em política, comportamento, crítica social. São verdadeiros cordeirinhos das coisas do País. ETs sem opinião e com medo de opinar, em muitos casos. Poucos levantam bandeiras como fez Rapinoe. Daí a reverência a essa jogadora dos EUA.

Tudo o que sabemos sobre:

futebol femininofutebolRapinoe

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: