Sai da frente, Bruno

Robson Morelli

12 de março de 2010 | 18h34

Bruno Senna andou sexta-feira, 11,5 segundos mais lento que o mais veloz no primeiro dia de testes da Fórmula 1 no Bahrein. E  todos na escuderia Hispania celebraram, inclusive o piloto. O segundo Senna na categoria terá problemas para não atrapalhar os adversários na pista. A turma mais rápida já andou reclamando do retardatário. Quem vem com o pé no fundo, em carros melhores, acaba levando um susto ao chegar tão rápido na traseira de Bruno. Na redação,  a piada do dia foi que a próxima regra da F-1 será a instalação de buzinas nos carros. Mas o brasileiro não tem culpa. O carro ainda está nascendo, assim como a escuderia.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.