São Paulo busca brecha para a permanência de Calleri até o fim do ano

Permanência do atacante passa pela conquista da Libertadores

Robson Morelli

29 de maio de 2016 | 13h43

O São Paulo trabalha em mais uma frente para fortalecer o seu elenco até o fim da temporada. Além de tentar as permanências de Maicon e Kelvin, ambos amarrados ao Porto, a diretoria começa a enxergar com bons olhos, e alguma possibilidade, a renovação de empréstimo do argentino Calleri. Em breve, os torcedores do tricolor farão uma campanha para a permanência do atacante. A diretoria também tenta arrumar dinheiro (o blog ainda não conseguiu descobrir quanto) para oferecer aos representantes do jogador, de modo a fazê-los ganhar com um acordo até o fim do ano. Claro, tudo gira em torno da conquista da Libertadores, mas não somente disso. Levar Calleri para o Mundial de Clubes da Fifa, contra o Real Madrid, é parte dos argumentos da diretoria tricolor na negociação. Basta convencer a empresa que toma conta do atleta de que esse duelo contra o time madrilenho vai valorizá-lo mais do que qualquer contrato de seis meses com um time da Europa. O argentino poderia deixar o Japão como campeão mundial. Calleri mostra-se animado com o Tricolor.

Os agentes de Calleri querem ganhar dinheiro e colocar seu menino de ouro num clube da Europa. Essa era a ideia inicial quando ele veio para o Brasil. O São Paulo atravessou esse caminho e abriu as portas do Morumbi para ele, que gostou do que viu e da valorização que teve. A palavra final é sua, mas precisa ter dinheiro na mesa. Ele estava acertado com a Inter de Milão. O negocio esfriou. Agora, seus empresários dizem que o Tottenham, da Inglaterra, pode ser o caminho. Nada, no entanto, é martelo batido. A diretoria tricolor espera encontrar alguma brecha para a permanência do seu jogador.

Tudo o que sabemos sobre:

São Paulo FC; futebol; Calleri

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.