São Paulo tem sido sim prejudicado pela arbitragem no Campeonato Paulista

São Paulo tem sido sim prejudicado pela arbitragem no Campeonato Paulista

Time não é o único a sofrer com isso na temporada, mas não pode ameaçar o juiz em seu vestiário no Morumbi

Robson Morelli

17 de fevereiro de 2020 | 10h49

O São Paulo tem razão de se sentir prejudicado pela arbitragem no Campeonato Paulista. O pênalti não marcado sábado no garoto Igor Gomes, em partida diante do Corinthians, pesou no clássico, deu rumo ao jogo e direcionou a classificação da equipe do Morumbi no Grupo C, que tem o São Paulo em terceiro lugar, atrás de Inter de Limeira e Mirassol, após seis das 12 rodadas classificatórias. O jogo ficou no 0 a 0.

A reclamação tem motivo. Não ocorre somente por esta ocasião. O São Paulo foi prejudicado em outras partidas. Contra o Novorizontino, empate de 1 a 1, Alexandre Pato fez dois gols bons que foram anulados de forma equivocada pelo trio de arbitragem. Houve outros erros.

Entendo que a arbitragem continua sendo um problema para o futebol. Não sou totalmente a favor do VAR porque vejo muitas decisões subjetivas nele ainda. Mas quando o árbitro de imagem interfere de forma objetiva, ele cumpre sua missão. A Federação Paulista precisa colocar o VAR em todas as partidas da competição. Porque se isso não acontecer, ela vai sempre ser questionada. Entendo a dificuldade dos custos, estimado em R$ 50 mil por jogo, mas isso se faz necessário. O São Paulo e nenhum time do torneio podem ser prejudicados por isso.

A FPF também deve escalar os melhores árbitros para os jogos mais difíceis. Os novatos devem apitar jogos “menores” ou aprender em outras séries. É preciso formar árbitros com o tempo e não soltá-los aos leões de cara. Não dá certo. Esses episódios devem servir de aprendizado. A FPF deve agir rapidamente.

Da mesma forma, dirigentes não podem chutar a porta do vestiário dos árbitros nos estádios, como ocorreu com Lugano no Morumbi. Isso depõe contra. Isso é papel de torcedor desequilibrado. Escolher as palavras também. Precisamos educar nossos torcedores, mas também nossos dirigentes. Raí foi mais educado ao reclamar, mesmo assim tropeçou nas palavras.

Tudo o que sabemos sobre:

futebolCampeonato PaulistaSão Paulo FC

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: