Só uma reviravolta mantém Luis Fabiano no Morumbi na próxima temporada

Atacante pode parar no futebol dos Estados Unidos, junto com o amigo Kaká, no Orlando City

Robson Morelli

19 de outubro de 2015 | 18h44

Somente uma reviravolta esticaria o contrato de Luis Fabiano no São Paulo. O próprio jogador já dá como certo seu fim de ciclo no clube que o projetou no futebol nacional e internacional. Está nessa passagem por quatro anos. A nova diretoria do Morumbi, encabeçada agora pelo presidente interino Leco, entende que sua contribuição ao time já foi dada. Alguns dizem que com maestria, outros acham que de uns tempos para cá sua condição caiu muito. O fato é que Leco entende que dessa laranja não sai mais caldo. E muito provavelmente ele não terá o contrato renovado.

LuisFabianoAFP_570

Há apenas uma decisão que pode mudar o cenário provisoriamente: a volta de Alexandre Pato para o Corinthians. O mesmo Leco gostaria de manter o jogador no Morumbi, mas não sabe se vai conseguir, claro, depois de eleito nas eleições do dia 27. Ele concorria com Paulo Amaral, desafeto de Rogério Ceni, mas o cartola recuou em sua decisão de participar do pleito. Sua indicação era mais para mostrar à situação a existência da oposição, que agora procura outro nome. Vale lembrar que Aidar, o presidente que renunciou, era do mesmo time de Juvenal, que era do mesmo time de Leco. Mesmo sem Pato, a diretoria tem Alan Kardec e Rogério, além de Centurión, os principais atacantes do clube atualmente.

Nem se Luis Fabiano baixar os valores ele fica. O São Paulo não o quer mais. O atacante, se tiver cabeça e sinal verde da família, pode fazer companhia a Kaká no Orlando City. Essa possibilidade não está descartada.

Tudo o que sabemos sobre:

futebol; São Paulo FC;

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.