Renato Gaúcho pode ser o 5º campeão mundial como jogador e técnico
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Renato Gaúcho pode ser o 5º campeão mundial como jogador e técnico

O técnico do Grêmio pode igualar o feito de Luis Cubilla, Juan Mujica, Carlo Ancelotti e Zidane

Rodolfo Rodrigues

12 de dezembro de 2017 | 17h59

Primeiro brasileiro a conquistar a Copa Libertadores como jogador (em 1983) e técnico (em 2017), Renato Gaúcho pode alcançar mais uma façanha, dessa vez no Mundial de Clubes. Campeão do Interclubes em 1983, quando fez os dois gols do Grêmio na vitória sobre o Hamburgo-ALE, Renato pode vir a ser campeão também como treinador, após levar hoje, o tricolor gaúcho à final do Mundial de Clubes com a vitória de 1 x 0 sobre o Pachuca-MEX. No próximo sábado, dia 16, às 15h, o Grêmio entrará em campo, em Abu Dhabi contra o vencedor de Real Madrid-ESP e Al Jazira-CAT, que jogarão amanhã, às 15h.

Caso consiga mais esse feito pelo Grêmio, Renato Gaúcho pode se tornar o quinto campeão mundial como jogador e técnico, igualando de Luis Cubilla, Juan Mujica, Carlo Ancelotti e Zidane, seu provável adversário do próximo sábado.

O uruguaio Luis Cubilla foi campeão como jogador do Peñarol-URU no título sobre o Benfica-POR, em 1961. Dez anos depois, como técnico, dirigiu o Nacional-URU na vitória sobre o Panathinaikos-GRE. Depois, no final da década de 70, levou o Olimpia-PAR ao título contra o Malmoe-SUE, em 1979. Outro uruguaio, Juan Mujica, foi campeão mundial com o Nacional-URU em 1971, no time treinado por Cubilla e que tinha também o goleiro brasileiro Manga. Depois, em 1980, foi campeão também com o Nacional-URU na final contra o Nottingham Fortest-ING.

Entre os europeus, o primiero a conseguir essa façanha foi o italiano Carlo Ancelotti, meia do grande time do Milan, foi campeão mundial em 1989, sobre o Atlético Nacional-COL, e em 1990, sobre o Olimpia-PAR, como jogador. Como técnico, foi também duas vezes campeão mundial de clubes: em 2007, com o Milan-ITA, e em 2014, como Real Madrid-ESP. Já Zidane foi campeão como jogador em 2002, pelo Real Madrid, e ano passado, como treinador. Em 2014, o francês era ainda auxiliar de Carlo Ancelotti.

Grêmio 1 x 0 Pachuca, no Estadio Hamza Bin Zayed, Al Ain, pela semifinal do Mundial de Clubes FIFA 2017. Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.