São Paulo sofre com sua instabilidade no Brasileirão
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

São Paulo sofre com sua instabilidade no Brasileirão

Quarto melhor ataque, time tem também a quinta pior defesa do Brasileirão

Rodolfo Rodrigues

12 Novembro 2017 | 22h37

Após empatar com o Vasco por 1 x 1, em São Januário, hoje, o São Paulo se manteve na 11ª colocação com 45 pontos e não conseguiu encostar no Flamengo, o 7º colocado, o último na zona de classificação para a Libertadores 2018. Depois de ganhar três jogos seguidos (Flamengo, Santos e Atlético-GO) e se afastar da zona do rebaixamento, o time de Dorival Júnior empatou os últimos dois jogos (Chapecoense e Vasco), perdendo a chance de se livrar matematicamente do descenso de chegar no G7.

E essa instabilidade do time no campeonato é vista também nos números. Quarto melhor ataque do Brasileirão com 45 gols, ao lado do líder Corinthians, e atrás apenas de Palmeiras (53), Grêmio (50) e Bahia (46), o São Paulo tem ao mesmo a quinta pior defesa da competição, com 46 gols sofridos – melhor apenas do que Sport e Atlético-GO (52), Vitória (51) e Fluminense (47).

Um dos times com menos derrotas em casa (apenas duas, assim como Corinthians, Cruzeiro e Flamengo), o São Paulo tem o 2º melhor ataque como mandante (28 gols), o 3º melhor aproveitamento em casa (64,7%, atrás apenas de Corinthians e Santos) e é o único time que marcou gols em todos os jogos como mandante.

Fora de casa, porém, o São Paulo ainda segue com um desempenho muito ruim. Em 17 jogos, venceu apenas três, empatou três e perdeu 11 (é o visitante com mais derrotas ao lado do Sport). Com apenas 23,5% de aproveitamento fora de casa, o São Paulo é o segundo pior visitante, sendo melhor apenas do que a Ponte Preta (17,6%). Hoje, contra o Vasco, o São Paulo levou gol pela 15ª vez em 17 jogos como visitante (só não sofreu gol contra o Sport e o Atlético-GO, times da zona do rebaixamento). Com 29 gols sofridos fora de casa, tem a 3ª pior defesa de um visitante – Atlético-GO e Sport levaram 31 gols.

Décimo sétimo colocado ao final do primeiro turno, com apenas 19 pontos e 33,3% de aproveitamento, o São Paulo é 3º melhor time do segundo turno com 26 pontos, apenas um atrás do Cruzeiro, o melhor do returno com 27 pontos. Time que marcou gols em mais jogos diferentes nesse Brasileirão (27 – um a mais do que Corinthians, Bahia, Vitória e Atlético-MG), o São Paulo é um dos times que mais sofreu gols em jogos diferentes (26). O tricolor não levou gol em apenas oito partidas. O líder Corinthians não levou gol em 18 das 34 partidas.

Com tantos altos e baixos, não é a toa que o São Paulo ocupa hoje uma posição intermediária na tabela, brigando ao mesmo tempo para chegar na zona de classificação para a Libertadores 2018 e para fugir de vez do rebaixamento faltando quatro rodadas para o final do Brasileirão.

Marcos Guilherme fez o gol do Sao Paulo no empate contra o Vasco em São Januário (1 x 1). Foto: Rubens Chiri/São Paulo FC

Mais conteúdo sobre:

São PauloDorival JúniorCorinthians