Após rápida visita, Jérôme Valcke elogia a Arena Pernambuco
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Após rápida visita, Jérôme Valcke elogia a Arena Pernambuco

Seleção Universitária

29 de maio de 2014 | 13h36

Secretário-geral da Fifa esteve no estádio na manhã desta quinta, 29

Jérôme Valcke Twitter tapioca na Arena Pernambuco (Twitter/Reprodução)

 

Emanuel Leite Jr – especial para O Estado de S. Paulo

RECIFE – Breve e fechada para a imprensa. Assim foi a passagem do secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, pela Arena Pernambuco na manhã dsta quinta-feira, 29. O dirigente esteve no estádio localizado em São Lourenço da Mata, Região Metropolitana do Recife, a fim de verificar os ajustes finais para a estreia da praça esportiva na Copa do Mundo, que acontece no dia 14 de junho, em partida entre Costa do Marfim e Japão.

Inaugurada no dia 22 de maio de 2013, a Arena Pernambuco foi palco de três partidas na Copa das Confederações, além de ser a casa do Náutico e de ter recebido dois jogos do Sport Recife e Santa Cruz como mandantes. Talvez por se tratar de um estádio que já esteja em pleno funcionamento há mais de um ano, a visita de Valcke tenha sido tão breve, já que, ao contrário de outras arenas, há poucos detalhes a ser ajustados para seu primeiro jogo na Copa do Mundo.

No Twitter, único meio de comunicação utilizado pelo Secretário-geral da Fifa para se pronunciar sobre suas impressões dos estádios do Mundial, Valcke ressaltou o fato de que a Arena Pernambuco se propõe a levar o desenvolvimento urbano do Grande Recife para uma nova região, referindo-se ao projeto “Cidade da Copa” que praticamente não saiu do papel, exceto pela construção do estádio.

O dirigente ainda destacou a venda de tapioca – iguaria típica da culinária pernambucana – na Arena como uma oportunidade para que os torcedores possam experimentar as delícias da comida local.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: