As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cuiabanos apontam falhas em despedida da Arena Pantanal

Apesar da festa, torcedores reclamaram da organização

Seleção Universitária

24 de junho de 2014 | 17h38

Apesar da festa, torcedores reclamaram da organização

 

Adilson Chinna – especial para O estado de S. Paulo

CUIABÁ – No último jogo realizado na Arena Pantanal, nem tudo foi festa. Antes da partida entre Japão e Colômbia, pela última rodada do Grupo C nesta terça-feira, 24, uma pane na energia elétrica da entrada leste causou insatisfação em quem foi assistir ao jogo

“Atenção, encaminhe-se a outro acesso. Aqui está falando energia e será mais demorado para entrar”, gritava um dos voluntários do Comitê Organizador Local (COL) em seu megafone. Com isso, as filas nas demais entradas ficaram enormes e chegaram a ultrapassar três quadras.

Mas os problemas não foram só esses. O servidor público Gilvan de Oliveira, 43, afirmou que o trânsito de veículos da polícia e da fiscalização deveriam ser proibidos. “Se é proibido a todos os carros de transitarem por aqui, não se justifica a liberação de nenhum outro”, disse.

Para a cirurgiã dentista Erica Dolce, 34, o problema foi a não colocação de banheiros químicos para o público fora do estádio. “Para os homens é fácil, eles dão um jeito. E quanto a nós mulheres? É muito constrangedor pedir para usar os banheiros dos vizinhos do estádio”, disse.

Hebert Tadashi, 40, reclamou da falta de coerência entre Fifa e COL. “No site, você não pode comprar ingresso sem o documento de identificação. Aqui, na portaria do estádio, não pediram”, afirmou o engenheiro civil, que procurava desesperadamente por ingressos para os dois filhos.

Por outro lado, o estudante Diego Rodrigues, 18 anos, não parava de rir. “Estou muito feliz. Ganhei dois ingressos em um sorteio da minha escola”, disse enquanto aguardava para conhecer a arena e assistir, pela primeira vez, a um jogo de Copa do Mundo.

Nesta quarta-feira, 25, o governador do Estado, Silval Barbosa, e o prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes, darão entrevista coletiva à imprensa para um balanço da participação da cidade no evento da Fifa.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.