As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Duelo de eliminados e jogo do Brasil diminui torcida em Curitiba

Clima de Copa foi tímido na Arena da Baixada, enquanto 15 mil ingressos da Fan Fest se esgotaram nas primeiras horas do dia

Seleção Universitária

23 de junho de 2014 | 14h56

Clima de Copa foi tímido na Arena da Baixada, enquanto 15 mil ingressos da Fan Fest se esgotaram nas primeiras horas do dia

 

Alexandre Senechal – especial para O Estado de S. Paulo

CURITIBA – As campanhas das seleções da Espanha e da Austrália na Copa do Mundo e o jogo do Brasil no mesmo dia do duelo dos dois times eliminados precocemente na competição parecem não ter animado a torcida para assistir o confronto desta segunda-feira, 23, na Arena da Baixada.

Espanhois revelaram que muitos conterrâneos deixaram de acompanhar a partida por desmotivação e voltaram para a Europa já após a derrota para o Chile.

“Um grupo que estava com a gente voltou para casa mais cedo por conta da campanha vergonhosa”, contou o espanhol Juan Ramon Martinez, espectador dos últimos três Mundiais. “A goleada para a Holanda e a eliminação na segunda rodada desmotivou muita gente.”

Manoel Carriço, outro torcedor espanhol com muitas copas na bagagem, afirmou que quase desistiu de voltar para Curitiba e assistir ao jogo que não valia mais nada para os atuais campeões. Hospedado na cidade nos primeiros dias da competição para acompanhar a Fúria, que ficou alojada no CT do Caju, Manoel defendeu que a paixão pela seleção o impediu de desistir da partida.

Apesar da desmotivação com o jogo, a torcida que compareceu à Arena da Baixada não deixou de se fantasiar e pintar com as cores de seu país. Alguns australianos vieram vestidos de animais, como o tradicional canguru. Trajes de cavalos e vacas também foram vistos. “Apesar da eliminação, é Copa do Mundo. Não podemos deixar de nos divertir e apoiar”, brincou John Rudge, torcedor dos Socceroos.

Fan Fest. Se o jogo entre espanhois e australianos não empolgou muito a torcida, isso não deve acontecer na Fan Fest de Curitiba durante o jogo do Brasil contra Camarões, às 17 horas. Todas as 15 mil pulseiras foram distribuídas até às 11 horas da manhã.

Com o show da banda Jota Quest após a partida, o evento na Pedreira Paulo Leminski será um dos quatro da Copa do Mundo que poderá receber um público grande – problemas judiciais com a Associação de Moradores do bairro impediram apresentações desde agosto de 2008 e o Ministério Público liberou apenas quatro eventos com capacidade máxima. Nos outros dias de jogos, apenas duas mil pulseiras são distribuídas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.