As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Em Brasília, Secretaria de Saúde atendeu 650 pessoas durante a Copa

Maior parte dos casos tem relação com álcool e intoxicação alimentar

Seleção Universitária

17 de julho de 2014 | 10h12

Maior parte dos casos tem relação com álcool e intoxicação alimentar

Jorge Macedo – especial para O Estado de S. Paulo

BRASÍLIA – A Secretaria de Saúde do Distrito Federal divulgou o balanço de atendimentos realizados durante a Copa do Mundo na cidade. Foram 650 ocorrências nos arredores do Estádio Nacional Mané Garrincha e na Fan Fest, realizada no Taguaparque, em Taguatinga, a 25 quilômetros do centro da capital.

De acordo com o órgão, o número de atendimentos é baixo se comparado ao total de pessoas presentes nos dois locais. Na Fan Fest, o público total foi de 350 mil espectadores. No estádio, 478 mil torcedores assistiram ao sete jogos realizados em Brasília. Nove em cada dez ocorrências estavam ligadas ao consumo abusivo de álcool ou intoxicação alimentar.

Trinta e sete pessoas que apresentaram quadros mais graves foram transferidas para seis hospitais de referência credenciados pela Secretaria. Durante o mundial, 11 estrangeiros precisaram de atendimento. Foram cinco colombianos, dois mexicanos, um argentino, um inglês, um norte-americano e um marfinense.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.